HomePolíticaBolsonaro sinaliza que pode desistir de indicar filho para embaixador se não houver apoio

Bolsonaro sinaliza que pode desistir de indicar filho para embaixador se não houver apoio

embaixador

Bolsonaro sinaliza que pode desistir de indicar filho para embaixador se não houver apoio

O presidente Jair Bolsonaro indicou nesta terça-feira que pode desistir de indicar o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), seu filho, como embaixador nos Estados Unidos caso não exista apoio no Senado Federal para que ele seja aprovado para o posto de representante do Brasil em Washington.

Ao deixar pela manhã o Palácio da Alvorada, Bolsonaro foi indagado por jornalistas se poderia desistir de indicar o filho se perceber que ele não teria apoio, e respondeu: “Você, por exemplo, está noivo, noiva virgem, vai que você descobre que ela está grávida, você desiste do casamento?”, afirmou.

“Eu não quero submeter meu filho a um fracasso. Acho que ele tem competência”, acrescentou.

Bolsonaro também apontou viés político de um parecer da consultoria técnica do Senado que indicou que a nomeação do filho para embaixador seria nepotismo, o que é vedado por lei.

“As consultorias, elas agem de acordo com o interesse do parlamentar. Isso é coisa de redação que vocês aprenderam: eu faço uma matéria sobre Jesus Cristo, aí você pergunta ‘contra ou a favor?’, é ou não é?”, disse aos repórteres.

“Então tem um viés político nessa questão. Agora o que vale, para mim, é uma súmula do Supremo, se não me engano, uma súmula que diz que nesse caso não é nepotismo.”

A indicação de Eduardo Bolsonaro para a embaixada nos EUA, que ainda não foi formalizada pelo presidente, precisa ser analisada pela Comissão de Relações Exteriores do Senado —em um processo que inclui a sabatina do indicado— e posteriormente aprovada também pelo plenário da Casa.

 

Fonte: Reuters

Foto: Divulgação/Câmara dos Deputados

Para ler as nossas #DICAS clique AQUI

Compartilhar com
Avalie este artigo