HomeSegurançaGoverno de Mato Grosso decreta situação de emergência devido à estiagem e queimadas

Governo de Mato Grosso decreta situação de emergência devido à estiagem e queimadas

queimadas

Governo de Mato Grosso decreta situação de emergência devido à estiagem e queimadas

O governo de Mato Grosso decretou situação de emergência por conta das queimadas no estado. A medida foi assinada pelo governador Mauro Mendes (DEM) na segunda-feira (9) e divulgada nesta terça-feira (10) no Diário Oficial do Estado (DOE).

De acordo com o governo, o decreto levou em consideração alguns fatores, como o alto número de focos de calor, período de estiagem, baixa umidade relativa do ar e possíveis danos à saúde da população.

Com a medida, as autoridades ficam autorizadas a tomarem medidas além do habitual para combater os incêndios, inclusive com dispensa de licitação. O decreto busca auxílio e recursos do governo federal.

“CONSIDERANDO QUE O ESTADO DE MATO GROSSO REGISTROU 8.030 FOCOS DE CALOR EM AGOSTO DE 2019, REPRESENTANDO UM AUMENTO ACIMA DE 230 % EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DE 2018, TENDO COMO BASE DE DADOS OS REGISTROS DO SATÉLITE DE REFERÊNCIA DO INSTITUTO NACIONAL DE PESQUISAS ESPACIAIS (INPE), PONTUOU O GOVERNO NO DECRETO.

O anúncio também levou em consideração que Mato Grosso passa por um período de estiagem prolongado, que já chega há quatro meses em diversas regiões, como é o caso do Vale do Rio Cuiabá, onde está situada a capital Cuiabá.

A baixa umidade relativa, que varia entre 7% a 20%, também foi colocada como um dos motivos. Não há previsão de chuvas intensas e prolongadas no estado até o final do mês de setembro.

“Considerando que há registros de atendimentos a ocorrências de incêndios florestais com danos a propriedades particulares, áreas de proteção ambiental, áreas de agricultura e pecuária”, consta trecho do documento.

Agora, o governo de Mato Grosso deve enviar um relatório ao governo federal para que ele reconheça ou não a situação de emergência.

No final do mês passado o governador Mauro Mendes assinou um decreto que prorroga o período de proibição de queimadas até o dia 30 de novembro.

De acordo com o documento, também estão suspensas todas as autorizações para desmatamentos por parte da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema).

Uma das queimadas atinge o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, a 65 km de Cuiabá. O fogo atinge pontos turísticos e fumaça dificulta visibilidade nas rodovias.

 

Fonte: Cenário MT

Foto: Divulgação/Secom MT

Para ler as nossas #DICAS clique AQUI

Compartilhar com
Avalie este artigo