HomePolíticaGoverno pretende zerar imposto de importação para carretas e caminhões a gás

Governo pretende zerar imposto de importação para carretas e caminhões a gás

imposto

Governo pretende zerar imposto de importação para carretas e caminhões a gás

O governo pretende zerar o Imposto de Importação de caminhões e carretas movidos a gás natural. O objetivo é reduzir o custo de aquisição desses veículos, e oferecer uma alternativa de combustível mais barata que o diesel.

A decisão será tomada na reunião da Câmara de Comércio Exterior (Camex) marcada para a próxima semana. Além de ser mais barato que o diesel, o gás natural para os veículos também polui menos.

O Ministério da Economia espera que, com a medida, seja possível aumentar a demanda e incentivar novos investimentos nesse tipo de combustível no país, em sintonia com o Novo Mercado de Gás, o “choque de energia barata” com o qual o ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende reduzir o preço do insumo no país.

Atualmente, o imposto de 35% dificulta a importação desse tipo de veículo no Brasil. Com o imposto zerado, um caminhão 6×2 (ou seja, que possui seis pontos de apoio e dois eixos com tração), poderia ser adquirido por R$ 524 mil, preço parecido com os valores cobrados para veículos a diesel. Hoje, esse mesmo veículo não sai por menos de R$ 683 mil.

O governo já recebeu o compromisso de duas empresas para construir 45 unidades de abastecimento ao longo do que vem sendo chamado de “Corredor Azul”, trechos rodoviários de grande fluxo, entre o Sudeste e o Nordeste do país.

A logística da rede de abastecimento rodoviário de gás natural é um dos principais gargalos para o desenvolvimento desse combustível.

A redução de imposto valeria por dois anos, prazo necessário para a construção de uma montadora desse tipo no país, segundo fontes da pasta. Técnicos do Ministério da Economia consideram que é mais adequado permitir logo a entrada de caminhões importados.

A expectativa do governo é que o projeto de introdução de gás natural no transporte rodoviário e urbano no país gere demanda para o escoamento e monetização das reservas de gás e biogás – um tipo de gás produzido por meio da queima do lixo.

Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o preço médio do litro de óleo diesel em todo o país foi de R$ 3,778 na semana passada. Já o preço do gás natural foi de R$ 3,195, no período.

A potência desse caminhão é muito similar à dos veículos movidos a óleo diesel, mas ele é muito menos barulhento. A autonomia dos caminhões a gás gira em torno de 500 quilômetros, dependendo do modelo.

Fonte: O Globo

Foto: Divulgação

Leia as nossas #dicas especiais AQUI!

Compartilhar com
Avalie este artigo