HomeTransporte RodoviárioGoverno decide suspender tabela de frete após pressão de caminhoneiros

Governo decide suspender tabela de frete após pressão de caminhoneiros

tabela de frete

Governo decide suspender tabela de frete após pressão de caminhoneiros

O governo federal decidiu suspender a tabela com o preço mínimo para os fretes publicada na semana passada. A resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)com as regras para o cálculo do piso do frete rodoviário irritou caminhoneiros , já que a maior parte dos valores ficou mais baixa que a versão anterior. No fim de semana, já  circulava a informação de que o governo pretendia cancelar a nova tabela de frete que entrou em vigor no sábado.

Os motoristas voltaram a pressionar o governo para que a regra tabela fosse suspensa e marcaram reuniões em Brasília para esta semana. A tabela de fretes foi criada no ano passado pelo governo do ex-presidente Michel Temer, após a greve dos caminhoneiros que bloqueou estradas e gerou uma crise de abastecimento no Brasil por mais de uma semana. A criação era uma das reivindicações da categoria.

A resolução foi publicada pela ANTT na última quinta-feira, após passar por consulta pública e entrou em vigor no sábado. A nova versão foi feita a partir de um estudo da área de logística da Escola de Agronomia da Universidade de São Paulo (USP). O objetivo foi adequar os preços aos diferentes tipos de carga, rotas e veículos.

A nova resolução prevê que 11 categorias de cargas serão usadas no cálculo do frete mínimo e amplia os itens considerados no cálculo. Além da distância percorrida, o cálculo do frete mínimo também considera o tempo de carga e descarga do caminhão, custo com depreciação do veículo, remuneração do caminhoneiro, impostos, entre outros.

Quando divulgou a nova tabela, a ANTT informou que a consulta pública sobre as novas regras recebeu 500 contribuições.

O Ministério da Infraestrutura, principal ponte do Executivo com os caminhoneiros, pediu à ANTT a suspensão cautelar da tabela em vigor. O órgão fará uma reunião extraordinária , nesta segunda-feira, para atender ao pedido governo e suspender a tabela.

Na sexta-feira, diante da possibilidade de uma nova paralisação dos caminhoneiros,  Tarcísio de Freitas informou que vai receber nesta semana, em Brasília, lideranças da classe dos caminhoneiros. O objetivo é discutir, entre outros pontos, a nova tabela de frete rodoviário, que causou insatisfação entre os motoristas.

 

Fonte: O Globo

Foto: Divulgação/ANTT

Leia as nossas #dicas especiais AQUI!

Compartilhar com
Avalie este artigo