HomeImplementosGuerra vai voltar ao mercado com lançamento de Rodotrem Graneleiro

Guerra vai voltar ao mercado com lançamento de Rodotrem Graneleiro

Portal Estrada - Guerra vai voltar ao mercado com lançamento de Rodotrem Graneleiro

Guerra vai voltar ao mercado com lançamento de Rodotrem Graneleiro

A Guerra vai retornar ao mercado brasileiro em setembro com a Série Origens e seus primeiros produtos serão do modelo Rodotrem Graneleiro. A escolha do nome da série celebra a volta de uma das mais tracionais empresas do setor produtor de implementos rodoviários. “Estamos sinalizando nosso compromisso com o passado da marca ao mesmo tempo em que projetamos seu futuro”, afirma Alves Pereira, diretor executivo da Rodofort que completa: “o antigo cliente da Guerra ficou órfão da marca e a idéia de batizar a primeira ‘fornada’ de produtos é para resgatar essa preferência”.

A empresa optou por esse modelo de implemento rodoviário em face do bom desempenho do mercado de agronegócios em 2021. A Série Origens está focada no segmento e o Rodotrem Graneleiro segue o padrão de PBTC de 74 toneladas para transporte de grãos, carga ensacada entre outras aplicações que atendam o transporte de agroprodutos. A Guerra, com fábrica em Caxias do Sul (RS), vai atuar em sintonia com a Rodofort, de Sumaré (SP), e produzirá ainda outros modelos da linha Pesada como Basculante e Tanque.

A equipe responsável pela reativação da Guerra conta com aproximadamente 100 profissionais, em sua maioria contratados na própria região da Serra Gaúcha. O bom estado do maquinário da Guerra, mesmo há quatro anos parado, surpreendeu a equipe. “A qualidade do serviço da equipe que fez a manutenção da empresa foi um dos fatores que fez a diferença e nos permitiu manter nosso cronograma de trabalho”, diz o executivo.

Rodofort

A Rodofort passará a operar de forma conjunta com a Guerra, após o leilão da massa falida ser vencido pela pela LIH, empresa que integra o grupo I.Riedi, com forte presença no agronegócio. “Essa aquisição responde a nossa estratégia de expansão no mercado de implementos rodoviários que no momento atual tem forte demanda por produtos”, diz Alves Pereira, diretor-geral da Rodofort, e completa: “as duas marcas vão atuar de forma complementar no segmento Pesado”.

Para retomar a produção na fábrica da Guerra, localizada em Caxias do Sul (RS), o grupo deve investir aproximadamente R$ 10 milhões, além dos R$ 90 milhões oferecidos no lance vendedor do leilão. O valor inclui desde a manutenção das máquinas até a aquisição de matéria-prima e contratação e treinamento de pessoal. A Guerra deve estrear no mercado ainda este ano distribuindo seus produtos no último trimestre de 2021.

A Rodofort foi adquirida pelo grupo em 2018 e naquele ano produziu 110 unidades. Em 2019, os negócios seguiram crescendo e o total de emplacamentos passou para 654 produtos. No ano passado, a Rodofort encerrou o exercício entregando aos seus clientes 1.350 implementos rodoviários da linha Pesada. Para 2021 a expectativa é distribuir ao mercado interno 2.100 unidades. Já os planos para a Guerra são de fabricação de aproximadamente 250 implementos rodoviários. No total, o grupo projeta para este ano a entrega ao mercado de 2.350 implementos rodoviários das duas marcas.

 

Fonte: Rodofort

Foto: Divulgação

Veja todas as VAGAS para Motoristas AQUI!

Compartilhar com
Avalie este artigo