HomeTransporte AéreoInternacionalização do aeroporto Marechal Rondon em MT será debatida no Senado

Internacionalização do aeroporto Marechal Rondon em MT será debatida no Senado

Portal Estrada - Internacionalização do aeroporto Marechal Rondon em MT será debatida no Senado

Internacionalização do aeroporto Marechal Rondon em MT será debatida no Senado

A internacionalização do Aeroporto Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande/MT, na Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, será tema da audiência pública que a Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) do Senado promove na terça-feira (28), a partir das 10h. A será interativa e semipresencial.

O debate foi solicitado pelo senador Fabio Garcia (União-MT) por meio de um requerimento: REQ 21/2022-CI. Ele ressalta que, embora o aeroporto já apresente a classificação “internacional” em seu nome, ainda existem algumas pendências para que isso se torne realidade.

— Na prática [a internacionalização] não acontece porque ainda existem algumas pendências do aeroporto com a Receita Federal, a Polícia Federal e a Anac [Agência Nacional de Aviação Civil]. Então a audiência é exatamente para fazer essa força-tarefa, para tentar resolver isso o quanto antes, para que o aeroporto se torne efetivamente um aeroporto internacional — disse o senador.

A audiência pública deve contar com a participação de Antonio Henrique Lindemberg Baltazar, superintendente da Receita Federal da 1ª Região Fiscal, que já confirmou presença.

A comissão ainda aguarda a confirmação da participação de representantes do governo de Mato Grosso, da Polícia Federal, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), da Concessionária Centro-Oeste Airports (COA) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em abril deste ano, o Governo de Mato Grosso encaminhou ao Governo Federal o pedido de internacionalização temporária do Aeroporto Marechal Rondon, de Cuiabá, pelo período de quatro meses, até a finalização dos jogos da Copa Sul-Americana, em 1º de outubro.

O secretário-chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, destacou que, atualmente, para a liberação definitiva da internacionalização, o aeroporto depende de investimentos e adaptações a serem executadas pela atual concessionária responsável, conforme exigências dos órgãos públicos federais envolvidos no processo, ou seja, independe da atuação do governo estadual.

 

Fonte: Senado Federal

Foto: Divulgação

Portal Estrada – Negócios em Transporte & Logística

Compartilhar com
Avalie este artigo