HomeCaminhõesScania fala como os caminhões entregam eficiência energética

Scania fala como os caminhões entregam eficiência energética

Portal Estrada - Scania fala como os caminhões entregam eficiência energética

Scania fala como os caminhões entregam eficiência energética

Entenda como os caminhões Scania entregam eficiência energética e contribuem para aumentar a rentabilidade e a sustentabilidade de uma operação de transporte.

Eficiência é capacidade, competência, efeito, força. É também sinônimo de produtividade. E de tudo isso a Scania entende muito bem! Mas se você se pergunta como é que o caminhão da Scania consegue entregar tanta robustez, capacidade de transporte de carga e ainda assim ser o mais econômico do mercado, não deixe de ler ou ouvir esse conteúdo, porque é disso que vamos falar por aqui hoje.

Para começar, vamos lembrar o jeito Scania de produzir seus veículos desde a chegada da Nova Geração de Caminhões no Brasil: o Tailor Made For Application (TMA). Ao entender a fundo a operação de cada cliente, a Scania consegue personalizar e apresentar a solução de transporte ideal, ou seja, aquela que por si só já irá contribuir para mais produtividade e, consequentemente, mais rentabilidade para o negócio.

Junto dessa particularidade, que só a Scania oferece, está a tecnologia do próprio veículo, que proporciona uma maior eficiência energética ao entregar até 20% de redução no consumo de combustível – que, como se sabe, corresponde a mais de 40% dos custos operacionais do segmento de transporte.

Essa economia é gerada pela combinação de diferentes aspectos nos caminhões. O motor, o sistema de injeção XPI, a aerodinâmica da cabine, o pacote aerodinâmico com as saias e defletores laterais e de teto, além das inovações da marca como o Actcruise, o Optcruise e o Acelerador Inteligente. E, é claro, se estamos falando de economia de combustível, falamos também de sustentabilidade, porque quanto menos uso, menor é também a emissão de gases de efeito estufa no meio ambiente.

Na Indiana Transportes, além da economia de um caminhão por ano, essa também foi uma realidade que se transformou com a chegada da conectividade. “Tínhamos, por exemplo, um motorista que dirigia bem, não conduzia em excesso de velocidade, não deixava o caminhão parado em marcha lenta, mas não era muito eficiente em terrenos de aclive. Fizemos, então, um treinamento específico só pontuando o que ele precisava melhorar. O mais importante pra mim é que eu não perdi tempo trabalhando outras questões em que ele já tinha um bom desempenho”, conta Elias.

“Focamos na condução do veículo, com base na avaliação que o próprio equipamento faz do motorista, e essa avaliação, por ser eficiente, ajuda na redução do desgaste do veículo e nos custos de manutenção”, completa. Ao todo, são 70 motoristas na Indiana Transportes, todos acompanhados por Elias no dia a dia. E mesmo antes de o novo programa de reconhecimento começar, já é possível perceber o engajamento da equipe.

 

Fonte: Jornada Scania

Foto: Divulgação

Portal Estrada – Negócios em Transporte & Logística

Compartilhar com
Avalie este artigo